LOGIN:

Digite seu email:
Senha:
Esqueceu a senha? Cadastre-se grátis


Plano de emagrecimento

FERRAMENTAS
& TABELAS


PLANO DE
EMAGRECIMENTO
SUADIETA

Plano de Emagrecimento

faixa_saude.png

ALIMENTOS PODEM AJUDAR A EVITAR O DESENVOLVIMENTO DA DEPRESSÃO

Alimentos podem ajudar a evitar o desenvolvimento da depressão
É possível amenizar os sintomas da depressão por meio de uma dieta rica em alimentos que aumentem os níveis dessas substâncias, sendo que para cada tipo de depressão existem indicações específicas.
Imprimir
enviar por email
Compartilhe:
A depressão é uma doença comportamental atribuída a baixa dos neurotransmissores, principalmente a serotonina, que é um neurotransmissor excitatório, e as catecolaminas, como: adrenalina, gaba e endorfina; e pode se manifestar em diferentes tipos:

• Falta de Serotonina – neste caso há tendência à negatividade. Pensamentos negativos, baixa autoestima, impaciência e pensamentos obsessivos repetitivos são frequentes. Geralmente estes pacientes têm vontade de comer doces e ingerir álcool nas horas mais tardias do dia;

• Baixa de Catecolaminas – a pessoa sente-se apática, com baixa energia física, dificuldade para prestar atenção, ganha peso facilmente e usa cafeína para ganhar energia;
• Baixa de Gaba – há dificuldade para relaxar, o corpo é rígido, a pessoa se irrita com facilidade e, em geral, usa o tabaco, o álcool e alimentos para relaxar;

• Falta de Endorfina – observa-se pacientes chorosos, altamente sensíveis, que não conseguem lidar com perdas e procuram alimentos como chocolate, pão, vinho e doces.

É possível amenizar os sintomas da depressão por meio de uma dieta rica em alimentos que aumentem os níveis dessas substâncias, sendo que para cada tipo de depressão existem indicações específicas:

• Falta de Serotonina – Recomenda-se a ingestão de frutas, como: ameixa, banana, abacate, caju, laranja, manga, melancia, uva, pera e pêssego; o consumo de queijo suíço, salmão, peru e queijo cottage também são benéficos. É importante ter cautela ao consumir substâncias com o aspartame, refrigerantes cafeínados ou café, pois elas consomem a serotonina do sangue. Outros fatores que contribuem para o consumo excessivo de serotonina são: situações de estresse, falta de exercícios, predisposição genética ou o inverno, quando há pouca luz, fator fundamental para o cérebro ativar a produção de serotonina.

• Baixa de Catecolaminas – São recomendadas substâncias que aumentam a função da adrenalina, como: cafeína, vitamina C, Ginkgo Biloba e Espirulina. Já as substâncias que aumentam a função da noradrenalina são basicamente: cafeína, cálcio, cobre, vitamina B6 e C, chá verde e alho.

• Baixa de Gaba – Pode ser amenizada com a ingestão de frutas, como: banana, cereal de arroz, brócolis, frutas cítricas, lentilha, batata e peixes.

• Baixa de Endorfina – A indicação é prática de atividade esportiva, pois a substância é produzida em grande escala através do exercício físico.



ATENÇÃO!

Todas as informações sobre dieta, serviços de dieta e atividades físicas oferecidos pelo Suadieta não substituem a dieta, o acompanhamento e as atividades físicas prescritos por profissionais de saúde como: médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física, respectivamente.

A dieta proposta pelo Suadieta é pessoal e intransferível, ficando o usuário responsável por qualquer divulgação da dieta a terceiros.

© Suadieta - Todos os direitos reservados

Servidor:APP