LOGIN:

Digite seu email:
Senha:
Esqueceu a senha? Cadastre-se grátis


Plano de emagrecimento

FERRAMENTAS
& TABELAS


PLANO DE
EMAGRECIMENTO
SUADIETA

Plano de Emagrecimento

faixa_saude.png

CIRURGIÃO DENTISTA TIRA DÚVIDAS SOBRE BRUXISMO

Cirurgião dentista tira dúvidas sobre bruxismo
Normalmente, o bruxismo está relacionado ao estresse e ao estado emocional do paciente, sendo a ansiedade e problemas pessoais as principais causas neste caso.
Imprimir
enviar por email
Compartilhe:
O bruxismo é uma condição clínica em que o indivíduo, de uma forma involuntária e inconsciente, range os dentes durante o sono ou ao longo do dia, tornando-se um hábito que muitas vezes o paciente não observa. O problema pode atingir pessoas de todas as idades, com causas multifatoriais.

Normalmente, o bruxismo está relacionado ao estresse e ao estado emocional do paciente, sendo a ansiedade e problemas pessoais as principais causas neste caso. A falta de dentes e má oclusão dental também podem estar relacionadas ao problema.

De acordo com o cirurgião dentista Saul Cruciol, nem sempre é o paciente que relata o problema. “Por ser de hábito noturno, na maioria das vezes, os familiares ou amigos que identificam o caso”, relata o especialista.

Sintomas: o barulho característico do atrito entre os dentes enquanto dorme é o mais comum. O paciente também apresenta dores de cabeça ao acordar na região da têmpora (testa e acima das orelhas); na musculatura da face e pescoço; nos dentes; na região próxima ao ouvido; sono durante o dia; estalos ao abrir e fechar a boca; sensação de que os dentes estão diminuindo de tamanho; entre outros.

Diagnóstico: Frequentemente é feita uma análise de acordo com os sintomas relatados pelos pacientes, familiares ou amigos. Normalmente o paciente com bruxismo possui uma face com a musculatura potente e, muitas vezes, aparenta ter o rosto com um aspecto quadrado, porém não é uma característica conclusiva para o problema. 

“Os sinais que o profissional irá buscar através de um exame clínico comumente são: desgaste das pontas dos dentes, principalmente nos dentes anteriores; desvio da articulação através da manipulação da mandíbula; presença de dentes quebrados sem causa aparente; enrijecimento da musculatura facial e alterações na simetria facial; através de exames complementares, como radiografias, observa-se perda óssea e desgastes nas articulações e alterações nas raízes dos dentes”, explica Dr. Cruciol. 

Tratamento: Após o diagnóstico, a linha de tratamento é direcionada para o alívio das dores e redução do trauma causado na articulação temporomandibular. “A confecção de uma placa miorrelaxante (placa de mordida) para uso noturno é a primeira providência, concomitante à necessidade do uso de medicamentos como relaxantes musculares e analgésicos. Nos casos mais graves é necessário direcionar o paciente para profissionais que possam ajudá-lo no controle do lado psicológico/emocional, como psicólogo, psiquiatra e neurologista”, afirma o dentista.

ATENÇÃO!

Todas as informações sobre dieta, serviços de dieta e atividades físicas oferecidos pelo Suadieta não substituem a dieta, o acompanhamento e as atividades físicas prescritos por profissionais de saúde como: médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física, respectivamente.

A dieta proposta pelo Suadieta é pessoal e intransferível, ficando o usuário responsável por qualquer divulgação da dieta a terceiros.

© Suadieta - Todos os direitos reservados

Servidor:APP